Nós podemos utilizar cookies para guardar estatísticas de visitas e informações enviadas nos formulários para melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade, saiba mais clicando no link.

UPA terá local de espera para pacientes com sintomas respiratórios

Em função do aumento do número de atendimentos de pacientes com sintomas respiratórios e COVID-19, o Hospital Vida & Saúde determinou alterações no fluxo de atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Com a mudança, a UPA passa a oferecer um local de espera específico para estes pacientes.

Voltada ao atendimento de pacientes com sintomas mais graves, a UPA registrou um aumento significativo de atendimento de pacientes com sintomas respiratórios nas primeiras semanas do ano, impactando também no aumento do tempo de espera para atendimento. “Reforçamos que o atendimento de pacientes com sintomas leves deve ser direcionado para a rede básica, através das Unidades de Saúde. A UPA está voltada prioritariamente para o atendimento de urgências e emergências”, explica a diretora-geral Vanderli de Barros.

Para melhor organizar o atendimento, a partir desta quinta-feira (13), os pacientes com COVID ou suspeita continuarão acessando a Unidade pela entrada principal, onde farão a ficha de atendimento. Contudo, logo após, serão encaminhados para uma tenda montada no estacionamento da Unidade, onde aguardarão o chamado da equipe de Enfermagem para atendimento. No local, os pacientes poderão aguardar sentados em cadeiras, obedecendo distanciamento. A intenção é melhor adequar os espaços de espera para que pacientes com COVID ou suspeita não permaneçam junto aos pacientes com outros sintomas.

“Montamos um espaço separado para oferecer um melhor atendimento tanto para os pacientes com COVID ou suspeita, quanto para os demais pacientes. Sempre frisando que as pessoas procurem a UPA em casos de sintomas graves”, explica o gerente de Urgência e Emergência, Silvano Cervo.

Voltar

Horário de visitas

Confira o horário de funcionamento das portarias:

* Permanece negado a entrada com chimarrão e o acesso de crianças menores de 12 anos.

Galeria de vídeos

Confira os vídeos publicados em nossa galeria de vídeos.

Confira os vídeos